• Marketing digital

Etapas de elaboração de um Plano de Marketing Digital

11.04.18

Criar um plano de Marketing Digital é essencial para antecipar decisões de forma precisa e rigorosa. Isto permite preparar de forma assertiva o conjunto de decisões tomadas ao invés de tomar decisões sucessivamente, sem regras nem um prazo de preparação ou uma visão de longo prazo. Por outro lado, a sua formalização permite comunicar a todos os intervenientes o seu papel de uma forma mais clara, fixando acções

1. Diagnóstico:

Na primeira fase de um Plano de Marketing Digital deve ser feito o diagnóstico da envolvente, isto inclui duas grandes análises, uma análise externa (em relação ao mercado e à concorrência), e uma análise interna (em relação à própria empresa).

A análise externa possibilita um conhecimento aprofundado sobre as condições do mercado em que a empresa pretende actuar. Desta forma, é importante estudar todos os aspectos, desde a envolvente tecnológica, a económica e até a sociocultural. O que inclui uma análise aos concorrentes, de benchmarking, oportunidades e ameaças externas à instituição (pertencentes à análise SWOT) e a análise PEST (estuda os factores políticos, económicos, sociais e tecnológicos).

Na análise interna, o importante é perceber quais as dificuldades e as forças da empresa ou marca.

Para isso devem ser analisados vários aspectos, tais como o perfil e as características dos clientes, a comunicação nas redes sociais, o número de visitantes do website, número de subscritores e a duração das visitas.

Análise SWOT

Para concluir o diagnóstico deve se proceder à realização de uma análise SWOT. As letras SWOT referem-se a Strengths (pontos fortes), Weaknesses (pontos fracos), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças).
Assim, a análise SWOT é feita a dois níveis: interno e externo. Internamente, são diagnosticados os pontos fortes e fracos. Já as oportunidades e as ameaças resultam de uma análise à envolvente externa da empresa.

2. Definição de objectivos

Depois do diagnóstico é essencial que no Plano de Marketing Digital sejam definidos os objectivos para traçar o percurso a ser percorrido pela empresa. Os objectivos devem estar em conformidade com a estratégia e a política geral da empresa. E devem de ser comunicados a todos os participantes. Os objectivos devem ainda ser claros e estar bem definidos para que todos os esforços sejam feitos em função destes.

Ao definir objectivos a empresa não deve criar desafios inalcançáveis. Se forem definidos objectivos claros e alcançáveis vai fazer com que a equipa tenha compromisso e foco, facilitando assim o cumprimento das metas propostas. Por exemplo, aumentar as vendas ou aumentar a comunicação com o público. Resumindo, os objectivos devem de ser SMART, isto é, específicos, mensuráveis, ambiciosos, realistas e precisos no tempo.

3. Planeamento

De seguida é importante definir o público-alvo, o posicionamento e planear as estratégias.

O público-alvo deve ser segmentado tendo em conta a sua natureza, dimensão e número, assim como os critérios demográficos, sócio psicológicos e de comportamento.
Desta forma, é possível adequar a comunicação da marca ou empresa ao público-alvo. Para que qualquer acção de marketing digital funcione, é preciso que seja pensada em função dos interesses do público-alvo. Quando isto não acontece, é possível que a mensagem não chegue até às pessoas certas com o impacto necessário.

O Posicionamento de uma empresa ou marca é a forma como esta se coloca no mercado, ou seja, as características que evidencia sobre os seus produtos ou serviços e a forma como os pretende comercializar. Mas é, acima de tudo, a forma como o público-alvo a reconhece.

Existem três formas de posicionamento:

A de Custo, na qual a empresa decide se quer apostar numa estratégia de preço baixo ou preços distintivos;

A de Diferenciação, que vai consistir nas particularidades que vão distinguir o produto dos seus concorrentes;

Estratégia de nicho, em que direcciona todas as suas vendas e a comunicação para um grupo de pessoas com gostos e interesses semelhantes.

Com um posicionamento bem definido é mais fácil adequar a comunicação em conformidade com a estratégia da empresa ou marca.

Por último no planeamento de marketing digital, deve-se definir estratégias, a estratégia de cada empresa deve ser única, pois deve ter em conta o público a ser atingido, os objectivos da empresa, o posicionamento, os recursos disponíveis e toda a envolvente interna e externa.

Devem ser acções práticas para serem executadas a curto, médio ou longo prazo. Por exemplo, se a empresa não tem capacidade para gerir várias redes sociais e tem como objectivo melhorar a comunicação com o público, então o melhor será escolher aquela onde se encontra o seu público-alvo. Definir uma estratégia que vá de acordo com as características da empresa e que vá de encontro com o público-alvo é o essencial.

4. Orçamento

O orçamento de marketing digital é muito importante para assegurar que os recursos da empresa estão a ser bem utilizados e estão a originar um retorno. Orçamentar permite evitar investimentos em vão ou até pelo contrário optar por opções mais dispendiosas mas que trarão mais retorno.

Um orçamento bem feito também é uma segurança da empresa, pois é possível comparar o que foi planeado com os gastos reais, determinando se os gastos estão dentro do que havia sido previsto e autorizado no começo.

5. Calendarização

A etapa seguinte no plano de marketing digital é a criação de um cronograma. Com ele é possível fazer o devido controlo da frequência das actualizações e da distribuição do conteúdo nas diferentes redes sociais, seguindo critérios de acordo com o perfil do público-alvo.

6. Monitorização

Para concluir o plano de marketing digital, é preciso também monitorar os resultados, ou seja, verificar, o número de visitas do site; as páginas com o maior número de acessos; a origem de cada visita; a compra dos produtos oferecidos; a taxa de registos realizados; entre outras informações.

É desta forma que se consegue acompanhar se a campanha está a atingir o público pretendido e se os resultados obtidos são positivos ou se é necessário repensar o plano.

Conclusão:

Independentemente do tamanho da empresa, é importante investir tempo para criar uma boa estratégia e planeamento de Marketing Digital. Assim como no marketing off-line, também no online planear é fundamental. Ter um documento que guie a empresa ou marca e que acompanhe os objectivos, do produto ou serviço, potencializa o investimento. Pois, um plano de marketing bem elaborado permite às empresas ou marcas terem uma visão mais global e holística sobre as estratégias e acções que podem ou não trazer bons resultados para a empresa.

Tem um projecto para nós? Vamos falar sobre isso!
Agendar Reunião Damos resposta rápida e sem compromisso
Pelo telefone? +351 911 004 783 Bruno Oliveira
We use cookies to provide you with a better service. Carry on browsing if you're happy with this, or view our Privacy & Cookie Policy